04/09/2017

Nos primeiros dias de Governo, o Prefeito Fued Dib anunciou medidas impactantes e metas para implementar na Administração Municipal, os três pilares: Planejamento, Gestão e Trabalho. O relatório trimestral, compreendendo entre os meses de junho e agosto, sobre o consumo de energia elétrica em toda a estrutura da Prefeitura de Ituiutaba, constata os primeiros resultados positivos, revelando uma economia de R$44.762,00 aos cofres municipais.

 

A Secretaria de Obras, uma das maiores e mais exigida pasta da Prefeitura de Ituiutaba, inovou junto com funcionários e colaboradores, adotando práticas e costumes e uma inovadora metodologia de trabalho. Com a mudança de endereço para a Rua Antônio Teodoro de Oliveira, 239, Setor Norte, em frente a Hugo de Oliveira, consolidou o planejamento da pasta para o ano de 2017, a receita de economia está no controle de frotas e adoção de medidas na segurança do trabalho.

 

Segundo Fontoura, atualmente, a secretaria tem a seguinte uma frota Leve de 22 veículos, sendo quatro motocicletas. Veículos considerado Médio: 16 caminhões. E veículos Pesados: 11 máquinas como Retro, trator, trator esteira e Patrol. 

 

“Ainda não está concluso os estudos com a economia de combustível, mas para alcança-la estamos acompanhando o desempenho e o rendimento de cada veículo. Agora, os motoristas não vão mais almoçar no veículo em que trabalha, e temos uma equipe que faz o acompanhamento do gasto de combustível individual”, disse Fontoura.

 

Pelos cálculos da secretaria, a média mês de consumo, tem sido: 1.879 litros/mês. 1.879 litros/mês com Diesel S-10. 6.853 litros Diesel comum. “Ao que tudo indica, cumprimos essa meta no primeiro semestre, e estamos adotando-a no segundo. Cada motorista sabe a quantidade e a cota mensal que está autorizado a fazer uso”, acrescenta o Secretário Fontoura.

 

“Ainda tem outros dados que não estão sendo colocados neste relatório, que é a preocupação com saúde e qualidade de vida de nossos funcionários, após a medida que tomamos de implementar o uso obrigatório de equipamentos de segurança. Essa inovação saudável, evita risco de acidentes, proporciona mais rentabilidade de trabalho, e diminui despesas ocasionadas com possíveis acidades”, conclui Fontoura.

 

30082017 Ascom/zdo/PrefeituradeItuiutaba

 

 

 

 

 

 

Fonte: ASCOM

Voltar